Páginas

Olá...

Obrigado por visitar nosso Cotidiano. Estamos escrevendo algumas coisas e fotografando outras desde 2008. Esperamos que gostem!

Visitantes agora

sábado, 31 de janeiro de 2009

Dicionário de Mitologia Grega | Ícaro

Caio como chuva: De cara no chão!
Caio infrene, como um suicida!


E como lama, como lágrima, como sangue de vítima,
Caio da última esperança!


Caio demais:
Dos sonhos;
Dos amores;
Da vida.


Caio como Ícaro
E sua cera derretida.
.


@zekrodrigues

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Dicionário das Coisas do Mar | JANGADA


Transformo minha cama num barquinho
E navego na imensidão
Procurando outros barquinhos
Que como eu, naveguem também em busca de praias diversas...

Navego jogando nylons
Tecendo paciências
Multiplicando iscas
Exposto ao sol e ao sal
Que queima e purifica os espíritos...

Transformo lençóis em velas
Travesseiros em bóias
E sigo no mar de ilusões
Navegando em águas evaporadas
Remando em sonhos desfeitos...
.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Dicionário de Mitologia Grega | QUÍRON


Durante muitos anos
Guardei pessoas.
Há muito tempo muitas pessoas existem em mim:
Protegidas
Cuidadas
Seguras
Compreendidas.




Ouvi lamúrias, choros, desabafos
Ofereci ombros, conselhos, dinheiro...
Fui amigo, fiz casamentos...
Fui pai,
Fui arrimo,
Fui porto seguro e torre.


Mas o tempo que constrói é o mesmo que destrói
E agora,
Abro as grades das lembranças
E obrigo cada ingratidão
A pular para fora de mim
Sem pára-quedas... sem salva vidas...





De cada uma me despeço
Sem remorso, sem lágrima, sem mais uma chance...


Quíron cansou...
_______

@zekrodrigues

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Dicionário das coisas do Céu | CRIANÇA


Derrepente, um dia,
a vida te acorda
E te pergunta:
"Quantos vezes você acha que ainda vai ver o sol nascer...
E você,
Sem resposta,
Fica atônito...

E atônito admite que a metade da sua vida já passou
(E era exatamente a metade boa!)

.

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Dicionário das coisas do Amor | AUTO-ESTIMA


Não é fácil aproximar-se de mim.

Não é fácil andar por mim.

Explorar-me,
Desvendar-me,
Conhecer-me.

Não é fácil vencer os meus íngrimes,
Minhas escarpas,
Minhas farpas pontiagudas.

Não é fácil cruzar meus desertos.


Não é fácil mapear-me:

Quedas e espinhos te perseguirão,
Tempestades e terremotos te açoitarão!

Não é fácil escalar minhas encostas escorregadias,
Meus penhascos toscos,
Minhas montanhas de sal.

Não é fácil descobrir meus tesouros,
achar-me a botija,
Fotografar-me o arco-íris...

Não é fácil observar o nascer
& o pôr-se do meu sol.

Estudar fases na minha lua não é fácil.

Não é fácil entender-me a língua.

Não é fácil estender-me a mão...
Não é fácil...

Mas vale a pena!

.

domingo, 25 de janeiro de 2009

Dicionário das Coisas do Mar | CASTELOS DE AREIA

Aprendi que a vida passa tão rápido
acontece tão rápido
que até parece que tudo que construímos durante toda a vida
não passa de castelos de areia
que a onda do tempo faz desabar em segundos...

*

sábado, 24 de janeiro de 2009

Dicionário das Coisas do Amor | DESENCONTRO


Ali, onde eu estava
Te vi passar arrastando indiferenças...
Plantando esquecimentos.


Te vi passar tão distante,
Sozinho(a) pelo caminho onde antes passávamos eu e tu
E sei que aquele caminho grita na tua memória o meu nome.


Te vi passar, e em mim, escarpou-se um arrependimento
Esboçou-se uma alegria
Acendeu-se o rubro da saudade...
Mas os teus tímpanos combinaram entre si
Ignorar meus assobios,
E o teu telefone, hermético aos chamados,
Abafou definitivamente qualquer chance de atenção
De você para mim naquele instante em que te vi passar sem me ver.


Ali onde eu estava
Te vi passar
E afastar-se de mim
Sem um aceno
Sem uma palavra
Só e duro, como o próprio piso onde pisava...
Só e duro como o teu próprio coração...

*
www.ezequielrodrigues.com www.forcasempre.com.br

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Dicionário das Coisas do Céu | Promessa


E lá vou eu...
tão cheio de solidões,
tão devastado por guerras íntimas,
brigas fúteis e lutas inúteis...

Lá vou eu, arrastando os dias nas valas do tempo...

Faróis e astrolábios,
telescópios e bússolas,
mapas e bolas de cristal poderão confirmar...!!!

fiz uma promessa muda e íntima
um compromisso sério e definito
e hei de honra-lá
nem que meus navios fantasmas naufraguem,
nem que minhas armas se percam para sempre nos porões do medo,
nem que as minhas marés confundam-se nos escuros da lua,
nem que eu ande submersos, perdido, nos labirintos desconhecidos da desilusão,
nem que a sorte se perca,
nem que o destino tropeçe...
eu prometo!

e é muda a minha promessa...
não para santo nenhum
mas para mim mesmo!

não para que eu seja
mas pelo que eu sou!

não para que eu tenha
mas pelo que eu fiz!

não para ser imortalizado
mas para ser reconhecido!



.

domingo, 18 de janeiro de 2009

Nunca seremos 100%


O que me falta busco nos astros
no mar
na astronáutica do dia-a-dia
em horas naufragadas
na maré das relações

o que falta em mim busco no caos
no cais dos navios fantasmas
em alojamentos desertos
nos desertos da incompreensão

o que me falta
busco encontrar em algum lugar
nas mãos de alguém ao pé do mar...



visite http://www.forcasempre.com.br/ biografia da Legião Urbana


*

sábado, 17 de janeiro de 2009

Os galos gritaram cantos enfeitando de som a madrugada,

As bocas sorriram dentes que abriram-se como rosas em um jardim de alegrias,

A manhã pariu luzes que beijavam ruas preguiçosas...

Assim nasceu o dia em que sua vida invadiu o meu mundo de sombras...
.
.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Dicionário das Coisas do Céu | FÉ

Minha felicidade com sua maquiagem de palhaço
quer sorrir
Minha felicidade patrocina comédias
Tragédias
Amores loucos
Minha felicidade quer o mar
O bar
O lar
O luar
Quer o choque no amasso
E o abraço no toque
Quer a mão que desvenda
E aquele olhar...
Minha felicidade ama montanhas transpostas
Prestidigitação, pirotecnia
E o nascer...Que seja do sol
Que seja da flor
Do que quer que seja:Da criança
Do fim de semana
Da dança da noite
Do dia na cama...
Minha felicidade requer asas
Espadas, comunicação
Espinhos, movimento, Canção...
A minha felicidade tráz tatuada em si uma sílaba santa: "FÉ"
contato@ezequielrodrigues.com www.ezequielroodrigues.com

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

À NOITE 2


A noite adormece o céu
À noite o sol adormece
À noite o céu escurece
À noite o silêncio é maior
À noite o mar é maior
À noite o calor se abranda
À noite os corpos descansam
À noite as nuvens se apagam
À noite os corpos brilham
À noite os corpos se amam
À noite os filhos germinam
À noite a saudade se inflama
A noite semeia esperanças...


Se é dia
Procuro a noite
Embaixo da cama.



quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Que venha o que virá

Antenas parabólicas, fibras ópticas e motores com muitos cavalos
Me falam sobre mobilidade
Nesses tempos de banda larga...

Uma vida cada dia mais veloz
Me faz crer que o que está por vir
Virá mais rápido,
Então que venha portas abertas, sábados, muros caídos
Que as pessoas saiam do fim de seus poços
E limpem suas casas

Que o céu venha sempre aberto
O sol sempre aceso

Que as coisas do céu cheguem ao nosso riso
O azul do céu pinte nossa aura
O branco das nuvens polua nossos dentes...

Que venha para nós as coisas do mar
Que venha a maresia da paz
Os sargaços da união
As redes da fraternidade
As navegações da liberdade
Os faróis de luz
As cartas náuticas salubres de amor...

Que venha nas ondas do ciberespaço
As coisas do amor
Que venham infinitos bites falando de tolerância
Que venham abraços e beijos
Que cheguem HDs + HDs repletos de reflexões
Sobre ações insanas
Para que ações insanas sejas combatidas...
pois a cada dia as crianças iniciam-se mais cedo!

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

À NOITE...


Comprimidos... Cápsulas deflagradas
Ânimos E cigarros acessos
Carros velozes e semáforos vermelhos
Olhos vermelhos
Laminas vermelhas
luzes vermelhas
Bares e garrafas demais
Estupidez
Embriaguez
Insônias
Vultos
Insultos
Sirenes
Camas de papelão
Cadeados amando grades
Ruas escuras
Auras escuras
Homens de salto
Pedras e Pó...


(Há som mais assustador do que o “trimmmm” do seu telefone na madrugada?)

@zekrodrigues