sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Dicionário das Coisas do Céu | FÉ

Estou eu cá caminhando pela vida
que embora eu saiba onde me leva
não sei onde acaba

A este "acabar" dou o nome de morte
A este "caminhar" dou o nome FÉ!



*

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Preguiçosamente

A minha mente preguiçosa
não quer fazer outra coisa
que não seja pensar
lentamente
constantemente
diariamente
eternamente!


*

Eu canto no meu canto


Qualquer chão é palco para mim.
Resgato cifras mofadas de uma adolescência sem fim
E com um velho violão  semi-desafinado, emprestado
De alguém que encontrei anos atrás tão abandonado quanto eu,
Canto na alma todas as músicas que me dizem respeito
Todas elas que quero cantar para mim e para quem queira verdades
Para mim e para quem quiser também dizer algo a alguém.

Canto também para Ninguém, se Ninguém quiser dizer verdades.

Canto para fora e para dentro
canto apressado e canto lento

Canto as coisas das quais sou feito:
mar, sol e vento...

E para terminar,
(Para melhor você compreender  o que lê)
Espero que possa imaginar
O que não houve
E o que não vê.
 
 
 
*

domingo, 26 de dezembro de 2010

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Brasil



O Menino Jesus, sentado no chão do céu eternamente despreocupado das preocupações que as crianças devem ter aqui na terra (roubos, agressões, balas perdidas, tráfico, políticos, etc), brincava atirando pedrinhas que daqui de baixo vemos como cometas e estrelas cadentes. Distraido no seu brinquedo, viu para as bandas das Américas um povo em tumulto. Intrigado, perguntou ao Pais Nosso: "Painho, que país é aquele de um povo tão alvoroçado?". O Todo Poderoso eternamente atarefado com suas infinitas criações, responde ao menino sem muito interesse "...alvoroçados...? estão fazendo festas ou guerras?". O menino olha para baixo, observa, usa sua onipresença e responde com convicção "FESTA..." ao que o Pai Nosso responde sem grande empolgação, pondo  fim ao assunto: "só pode ser o Brasil!"


*

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Dicionário das Coisas do Céu | LUA


Aqui na minha terra a lua aparece de dia sem nuvens nos cabelos e sem estrelas no comprido vestido azul. E vai lenta, passando, passeando, brincando menina que é, até já cansada, lá para as bandas dos fins de tarde, adormecer no quintal da boca da noite, que compadecida do cansaço da menina, empurra o sol para o outro lado do mundo para não a acordar. Aos poucos vão chegando as estrelas e tomam suas posições no telhado do céu, com a missão estrelar de orientar os humanos perdidos nos caminhos do mar e os apaixonados nos caminhos do caração. É assim que segue a noite daqui o seu curso, enquanto a lua, menina ainda que é, apenas dorme com sua aura iluminada iluminando o mundo daqui.


*

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Carta de natal



Senhor Noel
Seja um bom papai e devolva minha alegria
que, por imperícia ou imprudência, perdi nos caminhos, curvas, pontes e túneis que cruzei até chegar aqui, nesta terra dos 40 anões...

Vejo caixas de presentes ao pé da árvore
e desta vez espero que a caixa do meu presente não esteja vazia.


terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Cuidado

Cuidade com o que dizes
Pois o que dizemos pode viver para sempre na lembrança de alguém!


*

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Menina Feia


Do utro lado do mundo dorme uma menina feia
Bella é seu nome
acorda Feia
que os ouvidos do mundo entristecem sem teus gritos
acorda amanhã com o sol acordando nos horizontes que ainda não vistes
acorda essa noite que o céu não precisa de mais estrelas.

Do outro lado do mundo dorme uma bela menina feia
acorda Feia
que em Páscoa ainda te esperam os Moais
e aqui, do outro lado do mundo,
esperamos que tu acordes
e corras a pular muros,
e cruzando fronteiras,
e voando de céu em céu
chegues a todos os lugares
e em todos eles escrevas com batom, giz e navalhas
nos espelhos, paredes e árvores:
aqui esteve uma menina feia
que hoje acordou com vontade de viver!
 
@zekrodrigues