sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Da futilidade de planejar o futuro | Sêneca




"...tudo é incerto mesmo para os mais felizes... Mesmo o que já possuimos pode nos escapar e, nessa hora que pensamos estar bem, um mal pode nos arrasar. ...O que me importam as certezas da natureza se eu permaneço na incerteza?"
(Sêneca | Aprendendo A Viver)

*