segunda-feira, 25 de agosto de 2008

NATAL | RN (Cidade do Sol)


É a linha no horizonte sempre visível.


É um litoral onde os coqueiros levantam seus braços para as nuvens.


É o amanhecer silencioso, plácido e sempre tão renovador
que nasce sorrindo seus dentes de sol.


É o branco das areias, da paz e da solidão.


É o mar onde barquinhos balançam como se acalentassem um amor.


São as pedras fincadas no chão das praias como esperanças que se cravam na alma.


É o recomeçar que nos desperta todos os dias.


É o azul daqui que se derrama sobre nós, nos dando abrigo.


É o famoso e colorido lusco-fusco.


É o diáfano e a virilidade de rios, lagoas e dunas.

É a maciez dos ventos, a presença do mar

e tudo mais que há, que me faz feliz aqui.

@zekrodrigues