quarta-feira, 2 de julho de 2014

Conclusões 3


Eu apenas preciso da minha própria fé. 

A descrença das outras pessoas sobre a minha vida ou projetos em nada favorece ou interfere no sucesso ou fracasso do que tenho a fazer. 

Se não faço acontecer é por minha incapacidade ou falta de vontade, mas não por falta de apoio alheio. 

Na realidade bem poucas pessoas realmente se importam se o que tenho a fazer dará certo ou errado. E outras tantas dividem-se entre indiferença e desejos de fracasso. 

Minha sorte é que sei que apenas de mim depende o sucesso daquilo a que me proponho a fazer. E sigo alheio, fazendo (ou não fazendo) indiferente à indiferença alheia.

Postagens populares

Visualizações de páginas da semana passada

Arquivo do blog

Instagram

Instagram

Seguidores