segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Dicionário das Coisas do Céu | Janelas


Todos os dias eu acordo
E durmo sobre um mar

Acordo como deve acordar quem morreu:
Vendo anjos,
Ouvindo músicas...
Mas abatido, assustado, confuso!


Acordo suspenso
Muito próximo do céu
Como se morasse no último andar de um arranha-céu na Bolívia

Mas o céu e o inferno são vizinhos
Então acordo também, muito perto do inferno...


Todos os dias eu luto contra uma realidade!
Todos os dias eu fujo!

Todos os dias enfrento o sol ...
Todos os dias me queimo!

Todos os dias quando a noite cai
Eu caiu sobre ela...


O diabo constrói as paredes
Mas Deus constrói as janelas
Por onde fujo para o mar...

@zekrodrigues

Postagens populares

Visualizações de páginas da semana passada

Arquivo do blog

Instagram

Instagram

Seguidores